Clipping

Hora de se reinventar - Sinduscon PE

Hora de se reinventar

24/05/2022 - Fonte: Jornal do Commercio - JC Negócios

No meio do debate sobre a queda da renda do cliente da casa própria na RMR, o presidente da Ademi-PE, Avelar Loureiro, está se juntando com a CBIC mirando uma nova linha de financiamento com recursos do FGTS para o segmento atendido pelo Casa Verde Amarela (antigo Minha Casa Minha Vida), permitindo o financiamento do imóvel usado com as mesmas condições de um novo, se o cliente usar o dinheiro numa nova aquisição. A lógica é a do carro usado. Um mutuário que comprou e está pagando um imóvel no programa com juros subsidiado, teria a opção de migrar para um imóvel novo dando o seu imóvel usado como parte do pagamento numa operação com um banco que financiaria o usado no meio.

O fato novo é o incorporador ter uma linha de crédito para repassar imóvel recebido com os mesmos subsídios do programa. Isso permitiria a venda do usado para um cliente com renda menor. O chamado imóvel de entrada. Não precisa de dinheiro da União já que viriam do FGTS usado para o objetivo central do fundo que é a compra da casa própria. Hoje, isso pode ser feito, mas o vendedor não tem os subsídios e paga os juros do mercado. Essa barreira trava no incorporador que não tem como financiar a venda com seu dinheiro. Avelar Loureiro acha que o formato - que é clássico fora do Brasil- pode fazer o mercado colocar no sistema o cliente de menor renda (que compraria o usado financiado) e estimularia quem precisa de um imóvel maior ou melhor fazer nova compra, estimulando o mercado a construir mais para um nicho de melhor poder aquisitivo.



Veja Mais

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site.
Ao utilizar nosso site e suas ferramentas, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Sinduscon-PE - Política de Privacidade

Esta política estabelece como ocorre o tratamento dos dados pessoais dos visitantes dos sites dos projetos gerenciados pela Sinduscon-PE.

As informações coletadas de usuários ao preencher formulários inclusos neste site serão utilizadas apenas para fins de comunicação de nossas ações.

O presente site utiliza a tecnologia de cookies, através dos quais não é possível identificar diretamente o usuário. Entretanto, a partir deles é possível saber informações mais generalizadas, como geolocalização, navegador utilizado e se o acesso é por desktop ou mobile, além de identificar outras informações sobre hábitos de navegação.

O usuário tem direito a obter, em relação aos dados tratados pelo nosso site, a qualquer momento, a confirmação do armazenamento desses dados.

O consentimento do usuário titular dos dados será fornecido através do próprio site e seus formulários preenchidos.

De acordo com os termos estabelecidos nesta política, a Sinduscon-PE não divulgará dados pessoais.

Com o objetivo de garantir maior proteção das informações pessoais que estão no banco de dados, a Sinduscon-PE implementa medidas contra ameaças físicas e técnicas, a fim de proteger todas as informações pessoais para evitar uso e divulgação não autorizados.

fechar