Clipping

Recife ganhará o seu maior parque

03/09/2020 -Fonte: Diário de Pernambuco - Local

O Projeto Aeroclube, lançado ontem pela Prefeitura do Recife, prevê, além de construção de um habitacional com 600 apartamentos, que já está em obras, a entrega do maior parque da cidade, com 11,9 hectares. Segundo a gestão municipal, 86,9% da área do antigo clube aéreo serão destinados ao projeto, todas com acesso público. O restante (13,1%) irá a leilão ou concorrência pública para a iniciativa privada. O dinheiro obtido com a venda será usado para custear o projeto, orçado em R$ 99,5 milhões.

O projeto deve ficar pronto na próxima gestão municipal. Com a entrega dos 600 apartamentos a famílias já cadastradas, as palafitas da comunidade do Bode, no Pina, deverão ser extintas. Para evitar novas construções irregulares no lugar, o projeto prevê obras de drenagem, esgotamento sanitário, abastecimento d’água, iluminação pública e pavimentação.

Sete mil metros quadrados de manguezal também serão preservados no local das palafitas relocadas. O habitacional é financiado pela Caixa Econômica Federal pelo Minha Casa, Minha Vida, e foi aprovado em dezembro de 2018. Por falta de repasse, somente foi iniciado em janeiro de 2019.

Teógenes Leitão, diretor-executivo de engenharia da Secretaria de Infraestrutura do Recife, disse que o aspecto social do projeto também prevê a construção de creche para 224 crianças e uma Upinha 24 horas. “Usamos pesquisa de opinião focal com moradores do entorno e da cidade do Recife como um todo e as pessoas indicaram o que a sociedade pensava e almejava para o terreno. A grande demanda foi por habitação popular, parque e área de lazer, construção de equipamento social, geração de emprego e renda, preservação de memória e meio ambiente e habitação formal.”

No campo da preservação da memória, o projeto prevê a manutenção de 610 metros da pista de pouso e decolagem do antigo aeroclube, o que representa 70% do total, além de construção de um memorial do aeroclube. Nas cabeceiras da pista, perto da Via Mangue, será erguido um monumento com instalação de uma réplica de aeronave.

Quanto ao esporte e lazer, haverá anfiteatro, duas passarelas - onde também será possível a circulação de ciclistas e cadeirantes, pista de cooper, circuito de bicicleta, estacionamento com 108 vagas, mobilidade urbana inclusiva, parque infantil inclusivo, econúcleo, campo de areia, quadra polivalente, academia inclusiva, pista de skate e bicicleta, pista de patinete e patins, área para animais e mirante sobre a passarela para contemplar o parque dos manguezais. Todo o parque será monitorado por câmeras. O projeto prevê a geração de 730 empregos diretos e 365 indiretos.

Números do projeto

- Habitacionais Encanta Moça I e II com 600 moradias para as palafitas do Bode
- Maior parque urbano da cidade com 11,9 hectares, anfiteatro, pista de Cooper, de ciclismo
- Upinha 24h
- Creche para 224 crianças
- Espaço de preservação da história do antigo Aeroclube de Pernambuco com manutenção de 75% da pista de pouso e decolagem original
- Urbanização da margem do Rio Pina, na comunidade do Bode
- Alargamento de vias, construção de ciclovia, implantação de iluminação pública e outras melhorias estruturais no entorno do terreno



Veja Mais