Clipping

Transnordestina é obra para integrar o Nordeste - Sinduscon PE

Transnordestina é obra para integrar o Nordeste

02/08/2021 -Fonte: Diário de Pernambuco - Economia

Pensada como um grande projeto de integração regional, a Ferrovia Transnordestina foi uma ideia ambiciosa desde a sua concepção. Para a construção da ferrovia, foi realizada, em 1997, a concessão da Malha Ferroviária Nordeste para a Companhia Ferroviária do Nordeste (CFN), por 30 anos. Seria responsabilidade da CFN a construção da Transnordestina, mas, restando pouco mais de cinco anos para o fim da concessão, o projeto não foi concluído. Além do atraso, o trecho da ferrovia que conectaria o Porto de Suape, em Pernambuco, à malha ferroviária, corre o risco de ser cortado do projeto.

Apesar de ainda não haver um pronunciamento oficial do governo federal em relação à construção da Transnordestina, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, comunicou, em uma entrevista ao Valor Econômico, concedida recentemente, que o traçado será entregue somente até o Porto de Pecém, no Ceará. Segundo Freitas, não haveria viabilidade para as obras dos dois trechos e, por conta disso, apenas um deveria ser construído.

O pronunciamento do ministro da Infraestrutura tem acalorado debates e levantado questionamentos sobre as motivações para a escolha do trecho cearense. Políticos e agentes públicos têm se esforçado para atrair a atenção do público para o imbróglio que envolve a controversa ferrovia. Para entender mais sobre a importância da Transnordestina para a economia pernambucana, a reportagem do Diario de Pernambuco ouviu o presidente do Porto de Suape, Roberto Gusmão.



Veja Mais

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site.
Ao utilizar nosso site e suas ferramentas, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Sinduscon-PE - Política de Privacidade

Esta política estabelece como ocorre o tratamento dos dados pessoais dos visitantes dos sites dos projetos gerenciados pela Sinduscon-PE.

As informações coletadas de usuários ao preencher formulários inclusos neste site serão utilizadas apenas para fins de comunicação de nossas ações.

O presente site utiliza a tecnologia de cookies, através dos quais não é possível identificar diretamente o usuário. Entretanto, a partir deles é possível saber informações mais generalizadas, como geolocalização, navegador utilizado e se o acesso é por desktop ou mobile, além de identificar outras informações sobre hábitos de navegação.

O usuário tem direito a obter, em relação aos dados tratados pelo nosso site, a qualquer momento, a confirmação do armazenamento desses dados.

O consentimento do usuário titular dos dados será fornecido através do próprio site e seus formulários preenchidos.

De acordo com os termos estabelecidos nesta política, a Sinduscon-PE não divulgará dados pessoais.

Com o objetivo de garantir maior proteção das informações pessoais que estão no banco de dados, a Sinduscon-PE implementa medidas contra ameaças físicas e técnicas, a fim de proteger todas as informações pessoais para evitar uso e divulgação não autorizados.

fechar