Clipping

Em visita a Pernambuco, Bolsonaro diz que fará mudanças na Petrobras

19/02/2021 -Fonte: Pernambuco.Com - Política

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) esteve na cidade de Sertânia, no Sertão de Pernambuco, na manhã desta sexta-feira (19). Bolsonaro fez uma rápida visita ao estado para participar da cerimônia de acionamento das comportas do 1º trecho do Ramal do Agreste.

Sem máscara, Bolsonaro foi saudado por apoiadores na chegada à cidade. O presidente estava acompanhado dos ministros Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, Gilson Machado Neto, do Turismo, e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo.

Bolsonaro voltou a ficar em silêncio sobre a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), reafirmou que fará mudanças na Petrobras e cobrou transparência da empresa. “Anuncio que teremos mudança, sim, na Petrobras. Jamais vamos interferir nessa grande empresa, na sua política de preço. Mas o povo não pode ser surpreendido com certos reajustes. Faça-os, mas com previsibilidade. É isso que queremos", apontou.

O presidente criticou o aumento nos combustíveis, que começou a valer nesta sexta. “Teve um aumento, no meu entender, e vou criticar, um aumento fora da curva da Petrobras. Dez por cento hoje na gasolina e 15% no diesel, é o quarto reajuste no ano. A bronca sempre vem para cima de mim, só que a Petrobras tem autonomia”.

Também estiveram presentes na comitiva o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), líder do governo no Senado, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), e a presidente da Compesa, Manuela Marinho. O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), não acompanhou a visita.

"Demos hoje mais um importante passo para garantir a segurança hídrica do nosso estado. É sempre bom poder acompanhar o desenvolvimento dessa grande obra que levará água para 2,2 milhões de pessoas em 68 municípios de Pernambuco", afirmou Fernando Bezerra Coelho.

Segundo o governo federal, a obra vai distribuir a água do Eixo Leste do projeto do Rio São Francisco para 2,2 milhões de pessoas. Após a testagem do ramal e, posteriormente, da Adutora do Agreste, o abastecimento de água poderá ser iniciado na região. O Ramal do Agreste tem 70,8 quilômetros de extensão e capacidade de vazão de 8 mil litros de água por segundo.

Bolsonaro também falou sobre a pandemia do novo coronavírus. O presidente afirmou que a "máscara de quem politizou o vírus está caindo" e fez novas críticas às medidas restritivas contra a Covid-19. “"Temos percalços, temos problemas, como ainda temos o grande problema da pandemia, entre outros. Porque aquela política do 'fique em casa', feche o comércio, com uma consequência imediata de destruição de milhões de empregos, isso tem que ser mudado”, declarou.

“Sempre falei que tínhamos dois problemas lá atrás: o vírus e o desemprego. Deveríamos tratar dos dois com responsabilidade e de forma simultânea. Aqueles que quiseram fazer política com a questão do vírus, a máscara está caindo e o povo entende quem realmente teve coragem, discernimento e muita preocupação em tratar um assunto como esse", completou.

Esta é a primeira vez que Bolsonaro vem a Pernambuco em 2021. Na última visita, em outubro do ano passado, o presidente esteve em São José do Egito, no Sertão do estado. Na ocasião, Bolsonaro inaugurou a segunda etapa do Sistema Adutor do Pajeú.



Veja Mais